24 de outubro de 2016

Produtos prometem deixar o sexo oral mais gostoso

Com sabores inusitados como torta de maracujá e bolo floresta negra, géis e loções provocam sensações de calor, frio, formigamento e dormência; veja alertas de especialistas

Cada vez mais amplo e diversificado, o mercado erótico vive atualmente uma onda de produtos para incrementar o sexo oral, especialmente géis e loções. Anunciando sensações como calor, frio, formigamento e dormência, esse itens prometem tornar a prática ainda mais prazerosa. Comestíveis, eles têm inclusive sabores inusitados: caipirinha, (erva) jambu, torta de maracujá com limão e até o famoso e insuspeito bolo floresta negra.

A sensual coach Fátima Moura diz que estes produtos ajudam a driblar uma das principais reclamações femininas sobre o sexo oral nos homens. “Algumas mulheres reclamam do gosto ou do cheiro do pênis, ou ainda de que o homem deseja fazer sexo assim que chega da rua, depois de um dia inteiro de trabalho”, aponta Fátima, acrescentando que higiene é fundamental nessas horas, além de ser um gesto de carinho com a (o) parceira (o). Não custa nada tomar um banho antes.

Fátima reconhece o valor destes produtos. “Com a ajuda das novidades do mercado erótico, o sexo oral ficou mais gostoso e interessante para o casal”, avalia ela. O sexólogo Amaury Mendes Junior, no entanto, entende que esses itens devem usados com parcimônia e sem exageros, não devendo ser tornar uma condição para obter prazer.

“As pessoas envolvidas precisam entender que o sexo é natural. Hoje há uma tendência a deixar o sexo performático. Temos a obrigação de ter um desempenho excepcional na cama, pois só assim seremos felizes. No entanto, não estamos em um filme pornô. A realidade é diferente e, nem por isso, menos interessante”, pondera o sexólogo.

Descubra:Você sabe o que é beijo-grego? Prática sexual exige cuidados

Outra questão importante a se ponderar é que alguns itens disponíveis podem causar mais problemas do que soluções. Alguns têm aroma muito forte, sabores duvidosos e consistência excessivamente pegajosa. “Por isso, cada pessoa deve testar o que é melhor para a sua necessidade”, explica Fátima. Os produtos também devem ser certificados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

BOM DE QUALQUER JEITO

Independentemente do uso ou não de produtos, o sexo oral é uma ótima forma de obter e dar prazer, tanto para eles quanto para elas.  “Os homens adoraram a sensação de submissão da parceira no sexo oral. As mulheres, por outro lado, gostam de dar prazer ao seu parceiro e de sentir o controle do pênis com a boca”, afirma Mendes Junior.

Para o sexólogo, grande parte dos homens ainda não compreendeu que as mulheres, da mesma forma que eles, também gostam de receber sexo oral. Compreensivelmente, elas ficam frustradas quando os parceiros se negam a satisfazê-las assim.

 “É normal ver casos de homens que possuem nojo da vagina. Outros que se mostram completamente inaptos para manipular os genitais femininos. Muitas mulheres reclamam que os homens gostam de receber sexo oral, mas não retribuem”,  diz Mendes Junior.

Sensibilidade e cuidado são fundamentais neste momento. “Homens e mulheres têm anatomias muito diferentes e precisam conhecer as particularidades do parceiro para não causarem desconforto físico no outro”, alerta Fátima. A seguir, a sensual coach dá outras dicas de para um sexo oral mais prazeroso.

Não tem ninguém para fazer os testes, veja algumas acompanhantes mulheres aqui.

1 – Comece no chuveiro: para evitar cheiros ou gostos desagradáveis, uma boa estratégia é começar a brincadeira com um banho a dois.

2 – Lubrifique sempre: use e abuse de hidratantes para as mãos, os lábios e o membro. Como pênis e o escroto são muito sensíveis, o uso destes produtos ajuda a deslizar, evitando atrito.

3 – Morde e assopra: mordidinhas leves na região ao redor e na base do pênis, enquanto você o masturba, podem ser bem excitantes para o parceiro. Uma dica interessante é usar bala de menta extra forte para provocar novas sensações.

O gel sabor morango é o mais simples entre tantos disponíveis para ser usado no sexo oral

4 – Outras zonas erógenas: Não fique focada apenas no pênis. Passe suas mãos pela barriga e peito dele. Trabalhe os testículos com lambidas suaves. Aos poucos, você pode passar ao períneo, a região entre o ânus e o escroto. “Esta é uma zona erógena que muitos homens, por preconceito, evitam. Portanto, vá devagar”, ensina Fátima.

5 – Não é filme: lembre-se do alerta de que não é preciso copiar os pornôs para ter prazer. Assim, não é obrigação engolir todo o pênis como as atrizes eróticas. Faça o que te deixar confortável. É bom ter em mente que a ponta do membro, a glande, é altamente sensível as carícias com a língua.

6 – Aproveite a deixa: a hora do sexo oral é ideal para colocar a camisinha sem quebrar o clima da transa. Insira esse momento no jogo erótico do casal.

Fonte: http://delas.ig.com.br/amoresexo 

Classificado como:

Um comentário em “Produtos prometem deixar o sexo oral mais gostoso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *