6 de outubro de 2017

4 dicas pra sentir mais prazer

De nada adianta você ser a mulher mais bonita do mundo se, na hora de tirar a roupa, pedir pra apagar a luz. De nada adianta você ser o cara mais gato da balada se, em vez de chegar na menina, mandar o seu amigo passar recadinho de que você está interessado naquela do cebola cacheado. Em ambos os casos, o que falta é só uma relação com amigos e com a família, na hora de defender os seus ideais, no modo sem atitude, a gente prefere a boa e velha masturbação.

Por isso, para ajudá-lo a não perder oportunidades por causa da falta de atitude, a Rapidinha.

Não perca tempo, contrate uma rapidinha no Gata Virtual.

de hoje traz algumas dicas de sexo que você não encontrará em nenhum manual. Porque dominar a posição do sapo cururu do avesso ou saber fazer um anal giratório é bacana, mas nada disso adiantará se lhe faltar tão estimada atitude.

• Explore e permita-se ser explorado.

Se for pra fazer sexo sem entrega, a gente prefere preencher uma revistinha de palavras cruzadas. Entregar-se é se abrir – literalmente – ao parceiro. É não se contentar em pegar no pau dele, é saber que ela sente prazer em muitas outras regiões do corpo que não necessariamente sejam os peitos e a buceta. Mais do que isso: é se deixar ser tocado, sem frescurinhas de “aí não pode” ou “o homem que permite qualquer tipo de contato com o seu cu é gay”. Esqueça as convenções sociais e permita-se dar e sentir prazer, independente da forma escolhida para chegar lá.

• Expresse-se

Na terra de onde eu venho, os homens têm duas bolas, mas, infelizmente, nenhuma delas é de cristal. Por isso, se não estiver gostando daquele tipo de estímulo, fale. Se já sabe qual é o caminho certeiro pra que você chegue lá, conduza o seu parceiro. Se está extremamente excitado(a) com aquele toque ou com os movimentos que ele(a) faz com a língua, demonstre: não disfarce a respiração ofegante, não segure um gemidinho. O mistério da saúde adverte: autorrepressão causa câncer.

• Seja intenso

se você está na cama com alguém, é porque quis chegar lá – se não for, pare tudo e disque 190. Por isso, demonstre toda essa vontade. Pegue com firmeza. Abrace até os corpos se colarem. Beije na boca com intensidade – poucas coisas no mundo são tão excitantes quanto um beijo na boca bem dado. Aja como se amanhã não fosse haver outra oportunidade – afinal, o parceiro tem toda a liberdade de se levantar e ir embora quando quiser. Então, faça-o acreditar que você quer ficar. E que quer que ele também fique.

• Seja sem vergonha

Nada de pensar em como as suas amigas reagiriam se soubessem que você topou um anal no primeiro encontro. Nem de encafifar com o que os seus amigos vão falar quando descobrirem que você já provou um fio-terra. Deixe os julgamentos pra lá e não tenha vergonha de nada do que acontece entre quatro paredes – como já falamos diversas vezes, se sua calcinha está no chão, é sei lá que a sua vergonha deve ficar. Esqueça as estrias, as gordurinhas e as celulites. Se o outro está lá, é porque quis. Então, use o poder de excitar ao seu favor: faça contato visual, fale sacanagens, provoque. Não deixe a vergonha matar o instinto animal que existe aí dentro de você.

• Enquanto estiver fazendo sexo, pense em sexo.

Qual o sentido de estar na cama com alguém enquanto o seu pensamento está nas contas que você tem que pagar no começo da semana? Lembre-se de que todo mundo, primeiramente, goza pela mente. Por isso, abasteça a sua de sacanagens. Observe o parceiro, preste atenção em como ele é excitante, em como ele está excitado. Transe de corpo, cabeça e alma. O problema das contas a pagar você deixa pra resolver no banco.

Fonte: http://www.casalsemvergonha.com.br/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *